GUILTY MUSIC GUILTY PLEASURE

Nunca gostei de bandas como Pink Floyd, Genesis ou Dire Straits. No entanto, considero os dois primeiros álbuns dos Pink (ainda com o malogrado Syd) bons; assumo que as vezes, canto, So Far Away dos Dire Straits por baixo da chuveira e admito que os Genesis tiveram, tanto com o Peter Gabriel como com o Phil Collins, algumas musiquinhas boas. E é com esse último que vou abrir aqui a nossa nova rubrica “Guilty Music Guilty Pleasure”. Lá se vai o “street credibilty” do nosso blog, mas enfim… guilty music é ao fim ao cabo também música.
Phil Collins é, nem mais, nem menos; a antítese de estrela de rock: calvo, gordinho e baterista. Tal como no futebol onde os guarda-redes nunca se tornam treinadores, os bateristas também nunca se safam. Porém quando o Gabriel largou o barco do rock sinfónico, não foram os outros dois fulanos que tomaram as rédeas, mas sim o nosso pequeno e calvo baterista. Há que dizer contudo que nessa altura ele ainda tinha longos cabelos loiros na sua nuca. Saltou de trás da sua bateria e ocupou, atrás do microfone o lugar do homem do leme. Feito único na historia do rock. O falhado dos Eagles bem tentou o mesmo, porém ficou para sempre no seu cantinho escuro lá atrás, com ainda por cima, doze guitarristas a sua frente.
Além disso tudo, Phil (um bom nome para um talhante, mas para uma estrela de rock?) fez com que os Génesis tiveram mais sucesso do que alguma vez tiveram com o Pete. Mais, também se lançou numa carreira solo com imenso sucesso. A maior parte das suas músicas são de facto uma bela m#$%#, no entanto eu consegui a tarefa ardua de elaborar uma lista com suas cinco melhores temas. Confesso que até gosto mais da versão de “You can´t hurry love” do Phil do que a das Supremes. Shame on me!

Aqui vamos:

5. Home by the sea (ok, essa é dos Genesis, mas assim já não terei que fazer uma lista para eles)

4. I don’t care anymore
3. That´s All (ok, essa é dos Genesis, mas assim já não terei que fazer uma lista para eles)
2. In The Air Tonight
1. Mama (ok, essa é dos Genesis, mas assim já não terei que fazer uma lista para eles)

Para finalizar: sabiam que Brian Eno toca numa música dos Génesis no álbum “The Lamb Lies Down on Broadway”?


2 comentários:

Zogt Marco disse...

Brutal,
Fartei de rir com o phil é um bom nome para talhante ...
Nao sei se é filha ou mulher ????
ehehehe
Queres melhor, em 2006, uma editora de R&B, norte americana, decidiu fazer um album tributo porque o considerou um dos grandes padrinhos da "Soul" ???
boa rubrica
Venha a proxima
p.S.: Esqueceste do clássico -da banda sonora do Against All Odds- essa é a melhor musica do mestre
Por isso aqui fica o link: http://br.youtube.com/watch?v=sjt0av-GWak

Freekowtski disse...

Era a sua filha! Não estava nada a espera que uma coisa tão jeitosa pudesse ter os genes do Phil. De qualquer maneira retirei a foto e consegui colocar o video do Mama. E descobri o seguinte:
"This song is about a man who falls inlove with an older prostitute, whom he calls "mama", but she doesnt love him back and its destroying him."
O Phil continua a surpreender...
Gosto imenso da parte "Hahaha! Huuuh!" Genial!