LOVE - ORANGE SKIES


Existem momentos na vida que estamos mais frágeis, mais vulneráveis, seja por estarmos doentes ou por outra razão qualquer…

Seja lá porque for, existem sempre melodias e músicas que nos reconfortam e, por momentos, por breves momentos “pop”, fazem voar para outras paragens e planar por esse momentos de vulnerabilidade.


Nessas alturas ouço Arthur Lee e os Love.

De acordo com a Internet são das bandas que, no apogeu dos anos sessenta, não foram devidamente apreciadas e não tiveram o reconhecimento público que mereciam.

Pode ser que não tenham tido reconhecimento mediático merecido, mas conheço inúmeras versões de musicas do Love, imensos músicos que reconhecem a grandiosidade dos seus trabalhos – entre eles Syd Barrett e Robert Plant- e a forma como amigos falam quando ouvem Love pela primeira vez e de surpresa e reconhecimento.

As melodias, criadas por Arthur Lee, em álbuns como “Da Capo” ou “Forever Changes” são eternas e etéreas.

Deixo aqui a “Orange Skies”



Orange skies
Carnivals and cotton candy and you
and I love you too you know I do
Nightingale
Prettier than anything in the world
And I love you too
You know I do
You make me happy
Laughing, glad, and full of glee
And you don't have to try, girl
For you it comes so naturally
Right here in my arms

Sem comentários: