UCP - 1995-2000 - ZÉ PEDRO - PLANO B - IRMÃOS PRAÇA

No clube da Gula, juntaram - se 18 pessoas que, de uma forma ou outra, não se viam há mais de oito anos.

Terminada a Universidade em 2000, todos nos seguimos caminhos diferentes.
Uns tornaram-se advogados, juízes, juristas, alcoólicos, drogados, sem abrigo, etc, etc
Bem... era a altura certa para recordar episódios caricatos, abstractos e só com sentido para quem os viveu.
Ana Baldaia está de parabéns pelo esforço que teve em marcar um jantar. Não é fácil e muitas vezes acaba por ser desanimador.
O restaurante era muito interessante, a comida muito boa, especialmente aquela coisa com farrapos de pato que não sei o nome ...
Valeu miúda ! Venha o próximo.
Como é óbvio, jantar não fica concluído sem festa.
E a festa seguiu-se no Plano B com alguns resistentes.
Perdi o concerto dos Lobster. Foi pena.
Todavia, mais música "rolou" e houve muito paleio.
Entre cervejas, copos de vinho, conversas, cigarros e t-shirts iluminadas ... o Sá encontrou o profeta ... Sim ... o filho "perdido" do Júlio Gomes abanava a sua barriga redonda e cabelo descontrolado ao ritmo de Black Rebel Motorcyle Club.
Depois de um pequeno passo de dança no Zé Pedro, fomos respirar um pouco de ar puro e encontrei uma catrefada de malucos que, normalmente deambulam por estas paragens, e habitam estes lugares de ócio.
Dois dedos de conversa, com cada um deles, e depois retomas ao ponto de partida.
Neste caso a festa dos Irmãos "Plaza", perdão Praça, e os seus hits cripto comerciais dançáveis, com som pop de qualidade.
Entre Franz Ferdinand, Blur, Blondie, não faltaram os Outkast, Gnals Barkley e Abba. A "Party" estava garantida.
Tudo termina bem quando acaba bem...
A noite terminou no meu carro a ouvir o “Dont Front” do Joe Beats, a cruzar a auto estrada, com chuva a bater ...

Sem comentários: