CANÇÃO DO SAL - ELIS REGINA

A versão original desta música pertence a Milton Nascimento.
È uma história de sacrificio por amor a uma familia, cujo pai trabalhava nas minas de sal de Cabo Frio.
Foi com essa música que acompanhei algumas visitas aquela cidade da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro.
As praias, o calor do vento a entrar pela janela do carro, os miradouros e as tardes perdidas no meio de miudos que jogavam bola ou surfavam.
Na cidade ficou o cheiro da farofa frita, e da feijoada, os cães abandonados que vagueavam pelas ruas, as casas multicolores semi construidas (com anúncios berrantes a oficinas de automoveis, cabeleireiros, gelatarias, botekos) os cartazes quase psicadélicos das eleições autarquicas, o barulho dos Volkswagen "carocha", artilhados com megafones artesanais, a berrarem samba eleitoral, os caixotes do lixo equipados com sistema de som que debitavam os numeros dos votos e a quantidade de gente que deambulava pelo calor.
Elis Regina - "Vamo cantar a Canção do Sal né ..."

Sem comentários: