BISPO DE VISEU - ILÍDIO LEANDRO

Fonte TSF:
"O bispo de Viseu entende que os doentes com SIDA que não prescindem de ter relações sexuais devem usar preservativo para não transmitirem esta doença a outros.
Para Ilídio Leandro, a este propósito, há que distinguir a lei geral de questões relacionadas com doentes infectados.
Ouvido pela TSF, este religioso distinguiu a «orientação da Igreja sobre deteminados comportamentos a nível teórico e de tese» e o «acompanhamento pessoal e a situação concreta em situações concretas».
«Aquilo que é importante frisar é que a lei da Igreja nunca esmaga as pessoas. Cada pessoa concreta tem sempre a paciência de Deus e a misericórdia de Deus», explicou.
Por esta razão, Ilídio Leandro defende que um doente com SIDA que não prescinda de relações sexuais «é moralmente obrigada a não transmitir a doença».
«Por isso, com preservativo e com um meio que naturalmente preserve a questão dessa doença, a pessoa deve evitar a infecção na pessoa com quem tem relação sexual», concluiu.
Esta ideia foi defendida na sua mensagem de Quaresma que está publicada na Internet, tendo este bispo, explicado, à TSF, que não tem medo da polémica, uma vez que a sua posição é sustentada pela doutrina da Igreja Católica.
Sobre a posição recentemente reiterada por Bento XVI durante uma visita ao continente africano, Ilídio Leandro considerou que o papa não poderia assumir outra posição se não a defender que o problema da SIDA em África não se resolve com a distribuição de preservativos".

Sem comentários: