CÃES VÁDIOS


Fui jantar, na terça feira passada, à casa de um amigo.
O apartamento é um verdadeiro santuário para qualquer colecionador.
Desde centenas de vinis, toneladas de cds, livros, dvds, posters, quadros e memorabilia diversa, aquilo parecia o quarto de brincar de um qualquer melomano que sofra de "musiquite crónica".
No meio dos discos do Fundo, apareceu a Distorção Caleidoscópica.
Tinha de ouvir a "Bem Fundo".
Os Cães Vadios eram uma das minhas bandas preferidas nos anos 90. Cheguei a vê-los diversas vezes ao vivo. No Labirinto, com uma rede de galinheiro que separava a banda do público e onde estava escrito "Não alimentem os animais".
No Palacio de Cristal, onde tocaram uma versão do "Anarchy in the Uk" com os Cosmic City Blues e os No Nose Reduction.
 Em Ovar, quando fizeram a primeira parte de uma banda qualquer de Death Metal que não recordo do nome.
No Palha de Aço e em outros sitios que de tão obscuros, já não me recordo do nome. As músicas que mais gostava eram a "Boca de Fogo" e a "O Homem que Amou".
De acordo com uma conversa que tive com o David Dano, eram músicas sobre paixão e amor profundo. Bem... Eu sempre achei que era sobre sexo. Mas quem sou eu...
Cães Vadios - 7"Single -1986
Divergências (1986) - Elvis
Distorção Caleidoscópica (1992) - Bem Fundo
Portugal Rebelde Vol.1 (1994) - Mental City
Ritual Rock 1 (1995) - Sou Único
Cães Vadios - RRV, Lisboa (1986)
Cães Vadios - RRV, Lisboa (1987)
Cães Vadios - Cruz Vermelha, Porto (1988)


Sem comentários: