NME - GREATEST GUITAR RIFF OF ALL TIME

Os leitores do “New Musical Express” estão a promover um inquérito para descobrir o melhor "Riff" de guitarra de todos os tempos. "Riff" é, tanto quanto me explicaram, uma sequência de notas e/ou acordes que serve como base e determina o formato sonoro das canções. Na minha modesta opinião, o que distingue um bom "riff" não é tanto a sua complexidade técnica mas o "feeling". Há "Riffs", tecnicamente simples, que são verdadeiras bombas sonoras. Se assim não fosse o inquérito apenas faria referência ao Steve Vai e seus acólitos. Vejo com algum espanto a não inclusão de nomes como Black Sabbath - alguém dúvida da grandiosidade dos "Riffs" do Tommy- Motorhead, ZZ TOP -quem se esquece da "La Grange"- ou, inclusivamente, de bandas que não gosto mas que teem "Riff" eternos, como os Deep Purple -"Smoke on the Water" dirá alguma coisa aos leitores do NME? - ou os Guns and Roses. Como podem colocar o "No One Knows" dos Queens of the Stone Age ?!? Os QOSTA teem toneladas de "Riffs" brilhantes em toda a sua discografia. "Burn the Witch", "Avon", "First it Giveth", "Go with the flow" ou a "Someone´s in the wolf" são alguns dos exemplos. E, colocam 4 músicas dos Muse ?!?!? Votei na “20st Century Boy” dos T-Rex. Quando vi o inquérito foi essa a primeira música que me lembrei. Uma das razões pela qual considero que estamos perante um bom "riff" prende-se com o facto de quase todas as versões, que conheço, serem boas. Logo a qualidade do "Riff" não fica prejudicado pela qualidade do executante. Ouvir esta música, no volume máximo, enquanto percorremos a auto-estrada é uma experiência a repetir.

Sem comentários: