ANTONIO PEDRO

António Pedro da Costa foi um encenador, escritor e artista plástico português. Precursor do movimento surrealista português, na década de 1940, integrou a I Exposição Surrealista em Lisboa. Ouvi falar de António Pedro quando, miúdo, com 18 ou 19 anos, devorava as obras de Luiz Pacheco, Mário de Cesariny, António Maria Lisboa, Natália Correia, Herberto Helder, entre outros, e, andava perdido pelo Café Luso, pelo Carlos Alberto, frequentando, ocasionalmente, o Teatro Experimental do Porto ainda na Casa das Artes e, mais tarde, no Sá da Bandeira. Recordo de ver livros, argumentos e alguns desenhos de António Pedro pendurados na entrada das salas onde o TEP funcionou. Em 2009, comemoram-se os 100 anos do nascimento do artista. Foi publicado, hoje, em Diário da República, o lançamento de uma edição comemorativa de selos. Espero que façam mais algumas iniciativas.Translation: António Pedro da Costa was a writer, stage directeur, painteur. One of the early names associated with the Portuguese surrealist movement, he was part of the 1st Surrealist Exhibition in Lisbon that took place in 1940. I was just a kid, only 18 or 19, when I first heard of Antonio Pedro by reading the works of Luiz Pacheco, Mário de Cesariny, António Maria Lisboa, Natália Correia, Herberto Helder, among others, and rolled around “Café Luso”, “Carlos Alberto” Square, and, occasionally going to the “Teatro Experimental do Porto”. I remember seeing books, stages plays and drawings of António Pedro hanging in the walls of Theatre. In 2009, there’s going to be a Commemorative Stamp collection issued. I hope there are more initiatives.

Sem comentários: