BRIAN JONES

Será que só agora é que se lembraram? Será que a Polícia inglesa não viu o filme, "The Wild and Wycked World of Brian Jones" A.K.A. "Stoned", lançado em 2005?
Fonte: TVI24
" A morte de Brian Jones está a ser reexaminada pela Polícia inglesa 40 anos depois do falecimento do fundador e antigo guitarrista dos Rolling Stones. Jones tinha 27 anos e foi encontrado morto na piscina da sua casa em Hartfield, no Sussex, e a investigação da altura concluiu que foi uma morte acidental. (...) Apesar da versão oficial de acidente, a especulação sobre assassinato nunca desapareceu. E dois livros de 1994, como refere o «The Guardian» apontam para essa tese: «Paint it Black: The Murder of Brian Jones», de Geoffrey Guiliano, e «Who Killed Christopher Robin», de Terry Rawlings. Ambos os livros indicam que Jones foi morto por um construtor de Londres que tinha sido contratado para lhe renovar a casa. Frank Thorogood terá confessado o crime em 1993, no seu leito de morte. «Fui eu que o fiz», terá ditto o constructor Tom Keylock, manager dos Stones, de acordo com o que está no livro de Rawlings" .

Sem comentários: