BLACK SABBATH - CHILDRENS OF THE GRAVE

Falar dos Black Sabbath é levantar o véu numa das minhas mais antigas referências musicais. Não concebo a minha vida sem as músicas escritas pela formação histórica composta por Ozzy Osbourne, Tony Iommi, Geezer Butler, e Bill Ward. Um dos meus álbuns favoritos dessa altura é o Master of Reality, de 1971. Foi o álbum mais obscuro e introspectivo da banda (vejam o meu post sobre a Solitude) e as atmosferas nele criadas (quer pelos temas escolhidos, letras e a afinação imposta ao baixo e à guitarra) inspiraram a criação de um sub género musical chamado Doom Metal. Uma das músicas desse álbum, e que tenho ouvido repetidamente nos últimos dias, e a Children of the Grave. Single desse album, era tocada nos concertos ao vivo, faz parte do actual alinhamento de músicas do Ozzy Osbourne e é presença obrigatória em qualquer Best-Of. Além da cavalgada sonora que nos obriga a abanar a cabeça durante cinco minutos, para mim, o que marca é o tema escolhido. Não se esqueçam que estávamos no inicio da década de setenta e o Ozzy não era nenhum “… fuckin hippy…”. Os Black Sabbath eram miúdos, com fama, dinheiro e com sucesso de venda de discos. Mesmo assim sentiam se Childrens of the Grave. Com medo da Guerra Fria, da ameaça atómica e de um possível fim do mundo, alertavam para o potencial destruidor do ser humano. E, com um apelo, não tão ingénuo assim, diziam “If you want a better place to live in, spread the words today Show the world that love is still alive…”. Cientes da capacidade de destruição do homem é que - na versão mais conhecida desta música, e que faz parte do primeiro volume da colectânea tributo Nativity in Black- os White Zombie colocam uma voz off que diz "In Los Angeles, 1969, they shot, stabbed, and bludgeoned nine people to death committing one of the most heinous crimes in history.". Uma referência aos homicídios brutais cometidos por Charles Manson em 1969. Hoje em dia começaria uma versão desta música com um relato sobre os desastres ambientais que ocorrem todos os dias por este mundo fora …

Letra:
Revolution in their minds - the children start to march
Against the world which they have to live in
Oh! The hate that's in their hearts
They're tired of being pushed around and told just what to do
They'll fight the world until they've won and love comes flowing through
Children of tomorrow live in the tears that fall today
Will the sunrise of tomorrow bring in peace in any way?
Must the world live in the shadow of atomic fear?
Can they win the fight for peace or will they disappear?
So you children of the world, listen to what I say
If you want a better place to live in, spread the words today
Show the world that love is still alive, you must be brave
Or you children of today are Children of the Grave, Yeah!

Versão ao Vivo


Versão em Estudio


Versão dos White Zombie

Sem comentários: