ANTENA VERDE - ENERGIA EOLICA

"Flying High In The Brooklyn Sky", Stolen Moments: Red Hot & Cool, Digable Planets & Lester Bowie, 1994. 
Existe uma nova alternativa para a captação de Energia Eólica. Um novo aparelho, inspirado nos tradicionais papagaios de papel, demonstra a capacidade de engenho do ser humano aliada a preservação do meio ambiente. Segundo Joe Ben Bevrit, inventor e director da empresa Norte Americana Joby Energy, este é o futuro do aproveitamento de vento pois consegue recolher o dobro de energia das ventoinhas eólicas. Segundo ele, "O vento global é uma fonte imensa de energia, gerando cerca de 870 terawatts [biliões de watts] na zona da troposfera.". A energia por ele captada pode ser reconduzida, e distribuída, pela rede eléctrica convencional. A energia é enviada por um cabo até uma subestação onde a corrente contínua será convertida em corrente alterna  e, nesse momento, ligada a rede eléctrica. Esta nova invenção tem raízes no inicio da década Setenta do século passado, e nos primeiros movimentos ambientais, mas só agora se torna possível graças à tecnologia que hoje existe. Já foram testados 20 protótipos diferentes. Neste momento é usado um com 30kw para testar a eficiência do design. Todavia, e dentro de pouco tempo, irá ser utilizado o novo protótipo de 100 kw e, já em 2011, será testado um de 300 kw com o objectivo de gerar energia com capacidade para alimentar 150 casas de habitação. Estes “papagaios” irão flutuar a uma altitude de 600 metros sendo certo que quanto mais alto for lançado, maior será a sua capacidade de captação de vento e produção de energia. Infelizmente, as linhas aéreas impedem que estes aparelhos sejam colocados na sua máxima altitude 10.600 metros. Mesmo assim, são controlados por computador, levantam voo verticalmente, são portáteis, de construção barata e com a capacidade para gerar o dobro da quantidade de energia. Um exemplo a seguir com muita atenção. Durante a próxima semana, como é habitual, vão poder ouvir este texto na Rádio Antena Vareira, 98.7 FM, de Segunda à Sexta, as 8h30 e 16h30, e na SFM, 98.1 FM.

Sem comentários: