CINETEATRO DE OVAR


Hoje é dia de recordar aquelas pessoas que nos marcaram ao longo da nossa vida mesmo que tenham, fisicamente, desaparecido há mais de vinte anos. O meu Avó, durante décadas, foi projeccionista no antigo Cineteatro de Ovar, devidamente acreditado pelo Sindicato Nacional dos Profissionais de Cinema criado em 1934 pelo Subsecretário de Estado das Corporações e Previdência. Guardo, tal como no Nuovo Cinema Paradiso, a memória de uma tarde em que, com ele, subi a pequena sala de projecção e aconchegado nos seus braços vi parte de um filme animado. Não recordo do filme mas, somente, deste seu abraço.

Sem comentários: